[Emerson Macedo] Linkedin refaz seu mobile stack com Node.JS

Hoje pela manhã, o likedin lançou a nova versão mobile do software. O líder de desenvolvimento mobile Kiran Prasad, deu uma entrevista sobre o assunto.

Um dos grandes destaques técnicos foi a escolha de todas as partes que não necessitam de funções nativas dos aparelhos serem feitas usando HTML5.

O ponto de destaque desse meu post é que todo o stack mobile foi refeito em Node.JS (o antigo era feito em Rails). Eles sairam de 15 servidores com 15 instâncias para apenas 4 instâncias, conseguindo servir o dobro  do tráfego.

Isso é mais um case de sucesso no uso de Node.JS, fazendo com que a plataforma seja promissora para os próximos anos.

Disclaimer: Um ponto importante para tomar cuidado é não determinar que Node.JS é melhor que Ruby on Rails ou coisa do tipo. Faz pouco tempo que o twitter trocou Rails por Java em partes do seu sistema, mas a maior mudança na verdade foi arquitetural, como o próprio artigo mostra. Portanto, não devemos tomar conclusões precipitadas, até porque existem diversos casos de aplicações com grande volume de acesso que utilizam essa tecnologia muito bem.