[Victor Pantoja] Criando um Makefile para Aplicações Django

Na empresa em que trabalho, criamos a excelente cultura de automatizar tudo que pode ser automatizado.

Nessa filosofia, apresento aqui a maneira que me parece bem interessante de rodar uma aplicação django:

$make runserver

Bem prático, não?

Tudo que fiz foi criar um makefile com a seguinte macro:

runserver:
        @echo "Running aplicacao seu_dominio:3001..."
        @export PYTHONPATH=`pwd`:`pwd`/dango_project:$$PYTHONPATH && \
                export DJANGO_SETTINGS_MODULE=dango_project.settings.dev && \
                cd dango_project && python manage.py runserver seu_dominio:3001

Explicando melhor, imagine que você criou o django project projetoTeste. Imagine agora que, dentro deste projeto, você criou um diretório settings contendo o arquivo dev.py (settings para ambiente de desenvolvimento: lembrando que o settings.py pode ter o nome que você quiser! Recomendo apenas que faça sentido).

Substitua em runserver a variável aplicacao pelo nome fantasia que você quer dar para o seu projeto e dango_project por projetoTeste.

runserver:
        @echo "Running minha aplicacao teste teste.com:3001..."
        @export PYTHONPATH=`pwd`:`pwd`/projetoTeste:$$PYTHONPATH && \
                export DJANGO_SETTINGS_MODULE=projetoTeste.settings.dev && \
                cd projetoTeste && python manage.py runserver seu_dominio:3001

Claro que o Makefile e o projetoTeste está no mesmo nível (mesmo diretório pai).

Existem diversas maneiras de se criar esse Makefile e não vou tomar o vosso tempo com isso.

O runserver é legal para aplicações locais. Para coisas sérias, recomendo o WSGI.